domingo, 4 de outubro de 2015

Se ocê flor...

domingo, 4 de outubro de 2015

Vento com tanto pra dar,
Jogou (ocê)mente aqui.
Terra frágil e fresca aceitou
De solo aberto tudo o que tinha.
Com tanto jardim por aí,
Regou ocê justamente aqui.
E aqui: só – tão só – fez cres(cê)r.
Sabia da roda, uma hora
Ocê ia...
Mas (re)torcia nossa raiz.
Quando ocê for – saudade é flor – ocê:
Jardim.
E de todos os laços em raiz
Desatei
Nós.
Jardim, en(fim)
Por(fim)
Secou.

(Sendo ventania como só sei ser:
Eu)


Angélica Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolhas Alternativas © 2014